O que é copywriting: como fazer e por que ajuda a vender mais?

O que é copywriting? Posso considera-lo sinônimo de redação publicitária? Quais são as diferenças entre eles? Por que as técnicas de copy costumam ser bem eficazes para aumentar o volume de vendas? Quais são essas técnicas? Confira essas respostas em nosso conteúdo de hoje.


O que é copywriting?


Quem é do mercado de comunicação e marketing está bastante habituado com esse termo. Trata-se da produção de conteúdo com viés persuasivo, focado em conquistas vendas. Tais conteúdos podem ser feitos em posts, anúncios, sites, e-mails, entre outros canais de contato com clientes e potenciais clientes.


Copywriting é a mesma coisa que redação publicitária?


Apesar de parecerem sinônimos, os termos tem algumas diferenças. O copy está muito direcionado para o CTA, ou seja, para a chamada para a ação. Os conteúdos escritos com os gatilhos de copywriting direcionam o leitor a tomar algum tipo de atitude, como baixar um ebook, por exemplo. Já os textos de redação publicitária têm um “apelo” mais suave para vendas.

Quais são as técnicas de copywriting?


O copy trabalha muito com os gatilhos mentais, mecanismos que ajudam a tornar mais rápido o processo de decisão. Esses mecanismos ajudam nosso cérebro a poupar energia.
São eles:

  • Reciprocidade: as pessoas costumam responder ações positivas com outras ações positivas.
  • Aprovação social: se outras pessoas já aprovaram algo, mais pessoas tende a aprovar também. O ser humano é influenciado pelo coletivo.
  • Afeição/Afinidade: as pessoas se conectam com quem se parece com elas, seja no aspecto psicológico/emocional, seja no aspecto físico.
  • Autoridade: o ser humano respeita e segue quem ele julga superior a ele.
  • Compromisso e coerência: se uma pessoa assume, publicamente, um compromisso, as chances de cumprir são maiores.
  • Escassez: nosso cérebro não pode ter a sensação que está perdendo algo. Se tiver, ele, rapidamente, tenta reverter isso.

É essencial conhecer muito bem seu público para aplicar essas técnicas corretamente. Ao conhecer quem é sua persona, é possível – logo de início – inserir vocabulários, por exemplo, que ela costuma usar, ativando o gatilho de afeição. Uma boa maneira de acionar esse gatilho (junto com o de aprovação social) é contando histórias, o famoso storytelling.
Ao oferecer algo que sua persona pode se interessar, como um vídeo exclusivo sobre um assunto de seu interesse, você irá acionar o gatilho da reciprocidade. Com essa mesma oferta você pode acionar o gatilho de escassez dando um pequeno prazo para a pessoa fazer o download do vídeo.
Se a ideia for mostrar autoridade, é interessante apresentar resultados positivos dos serviços/produtos ofertados. Agora, se for preciso ativar o gatilho de aprovação social, é preciso apresentar depoimentos de clientes satisfeitos.
Por fim, o gatilho do compromisso e coerência é possível ativar ao focar nas dores do cliente. Faça perguntas que direcionem o consumidor a perceber as dores e apresente como seu produto/serviço pode solucioná-las.


Entendeu o que é copywriting e precisa de ajuda para traçar conteúdos bastante persuasivos para seus clientes? Peça um orçamento sem compromisso. Basta enviar email para contato@entrelinhasmarketing.com.br

Leave A Comment