Marketing pessoal: o que é preciso saber?

Será que é possível aplicar os conceitos de marketing no âmbito pessoal? A resposta é sim e tal prática é conhecida como marketing pessoal. Como isso pode ajudar na construção de relações? Como viabiliza-lo no dia a dia? Confira nesse conteúdo.


O que é marketing pessoal?


Marketing pessoal é um conceito que vem sido amplamente difundido no sentido de aplicar conceitos do marketing empresarial para PF. Sabe quando falamos sobre branding, construção de marcas das empresas? A ideia não é muito diferente nesse caso, entretanto, aplicamos em pessoas.

Por que é importante?


O mercado, de modo geral, tanto no âmbito empresarial, quanto para pessoas, está cada vez mais competitivo. Então, como se destacar? Usar estratégias de marketing e acompanhar os resultados pode ser bastante eficaz.


Como fazer marketing pessoal?


1. Assim como as empresas, profissionais também precisam pesquisar quem é seu público. Descobrir os interesses desse target é o primeiro passo. Quais conteúdos esse público consome? Por meio de quais canais? O que impulsiona suas decisões? As mesmas perguntas que respondemos em uma campanha de marketing de uma grande organização devem ser respondidas no aspecto pessoal.

2. Tendo em vista o que chama a atenção desse público, onde publicar essas comunicações para aumentar o alcance e entender quais são as necessidades/desejos dele, é imprescindível definir o que será vendido. A pessoa em si não é produto, mas – ao definir o público e detalhá-lo – ela poderá definir o que vender para ele. O que ele compraria ou o que ele precisa comprar? Por exemplo, um médico, além de vender seu tempo e conhecimento para chegar em um diagnóstico e tratamento, ele pode ampliar seu portfólio de produtos vendendo exames em seu consultório.

3. O conhecimento do público e a definição do mix de produtos/serviços que serão vendidos vão nortear a maneira pela qual essa pessoa irá se comunicar. Em outras palavras, vai definir o que será dito, como será dito e onde será dito. Por exemplo, um analista administrativo que visa vender sua força de trabalho para uma multinacional, pode notar que os gestores responsáveis pela contratação se interessam por profissionais que tenham um conhecimento profundo sobre o segmento de atuação da empresa. Nesse caso, uma boa jornada de marketing pessoal desse analista é escrever artigos (como) no Linkedin (onde) relacionados ao tema (o que) e postar em grupos (onde) em que estejam esses gestores (para quem). Nesse caso, estamos falando apenas do aspecto digital, entretanto, forma de se vestir, linguagem, entre outros aspectos do mundo offline também devem ser considerados.

4. Após impactar e conseguir converter em venda é preciso se preocupar com a manutenção (pós venda). Nesse caso, podemos traçar um paralelo com o marketing de relacionamento e marketing holístico. Não basta “se vender bem”, é preciso ter uma entrega que supere as expectativas.

Precisa de ajuda para traçar seu planejamento de marketing pessoal? Temos uma equipe multidisciplinar (inclusive com consultores de moda e estilo) que pode galgar excelentes resultados para você. Basta enviar um email para contato@entrelinhasmarketing.com.br

Leave A Comment