Magalu e seu programa de trainee só para negros: legítimo ou marketing?

Magalu vira notícia e sua marca fica nos trends por ter criado um programa de trainee apenas para negros. Será que é uma ação legítima ou apenas um movimento do marketing? Fizemos uma reflexão no texto de hoje.

Magalu e o programa de trainee só para negros

Diversas pessoas se posicionaram nos últimos dias a cerca da notícia que a Magazine Luiza havia criado um programa de trainee apenas para negros. Segundo a empresa, a ação visa promover a diversidade, uma vez que apenas 16% dos seus cargos de liderança são ocupados por negros.
Para que não está familiarizado, esse tipo de programa é focado em jovens recém-formados para prepara-los para cargos de gestão. Normalmente, é exigido uma língua estrangeira no currículo, mas, nesse caso específico, não precisava saber outro idioma. Como de praxe, também não era exigida experiência.

Discussões sobre a atitude da Magalu

Antes de escrever esse conteúdo, assistimos muitos vídeos sobre o assunto, principalmente de canais de pessoas negras. O objetivo era entender o sentimento em relação a essa ação.
Alguns a defendem por ser inclusivo, outro reforçam que é discriminatória.
Discriminatória no sentido de soar como se os negros não fossem capazes de conquistar esse tipo de cargo sem um programa exclusivo para eles. Esse tipo de discussão também acontece quando o assunto é cotas.
A Luiza Trajano, CEO da empresa, possui ascendência indígena e já citou, em diversos momentos, sua preocupação em promover a diversidade. Esse programa é, essencialmente, focado nisso. Se olharmos para as estatísticas, 46% dos candidatos dos programas regulares de trainee são negros, mas quantos, de fato, são contratados e ocupam cargos de liderança? O número é infinitamente menor. Por que isso acontece? Isso que a sociedade precisa rever! Então, quando a iniciativa privada propõe algo que procure ajudar os problemas sociais é válido valorizar (fizemos, inclusive, um vídeo sobre o tema).

É uma ação de marketing?

Só teremos certeza se essa atitude da Magalu é genuína com o passar do tempo. Será que as pessoas escolhidas serão gestoras mesmo? Será que ocuparam posições de destaque?
Caso o programa, de fato, traga talentos e os retenha será possível perceber que a ação era legítima. Caso contrário, vimos apenas mais uma ação de marketing muito bem sucedida. Afinal, desde o lançamento desse programa, a marca está sendo amplamente comentada.

Quer ajuda para entender e traçar ações de marketing eficazes? Basta enviar um email para contato@entrelinhasmarketing.com.br

Leave A Comment