Ciclo de vida do produto: o que é e como aplicar o marketing?

Já ouviu falar sobre ciclo de vida do produto? Entende a importância desse conceito para as aplicações das estratégias de marketing? Confira a explicação nesse texto.

O que é ciclo de vida do produto?

Os produtos passam por fases distintas de vendas e de lucratividade. Isso porque eles possuem uma vida limitada. Pensando nisso, é essencial saber quais são essas etapas a fim de traças estratégias eficazes para cada uma delas.

Quais são as etapas do ciclo de vida do produto?

Todos os produtos passam por quatro estágios em seu ciclo de vida, são eles: introdução, crescimento, maturidade e declínio. Na fase de introdução as vendas crescem lentamente e o lucro é baixo em função dos altos custos com o lançamento.
No crescimento, o produto já está bem aceito pelo mercado, o que faz com que suas vendas aumentem consideravelmente e que a lucratividade seja melhorada.
Na maturidade, o produto já conquistou a maior parte dos seus possíveis compradores, então as vendam crescem mais lentamente e o lucro acaba se estabilizando ou começa a declinar devido à competição.
Por fim, no declínio, as vendas caem vertiginosamente e o lucro desaparece.

Qual estratégia de marketing seguir em cada etapa?

Conseguir interpretar a etapa em que o produto está é extremamente importante para aplicar a estratégia adequada ao seu momento.
Durante a introdução, por exemplo, como existe um timing até os consumidores sejam conquistados e todos os canais de revendedores sejam supridos, é importante reforçar os investimentos em ações promocionais que gerem awareness e experimentação. Em outras palavras, é importante atingir seu público alvo de forma massificada a fim de fazer com que as pessoas conheçam e experimentem o produto.
No crescimento, como o produto já está consolidado, muitos concorrentes começam a aparecer, é o momento da comunicação enfatizar os diferenciais e benefícios da sua marca para fazer com que as pessoas selecionem a sua empresa e não as demais.
A maturidade é o estágio que costuma durar mais tempo. Trata-se de um desafio vender um produto já maduro. Nesse caso, é preciso optar por uma mudança no mix de marketing ou por uma modificação no próprio produto.
As marcas que preferem modificar o mix de marketing podem, por exemplo, encontrar mais pontos de distribuição, ampliando o alcance do produto. Isso aconteceu com a Goodyear, por exemplo, quando começou a vender os pneus no Walmart.
Ao optar por modificar o produto, a empresa pode querer agregar benefícios/qualidade ou, então, modificar o mercado. A Johnson é um exemplo de modificação de mercado quando começou a fazer xampus para adultos também.
Um produto chega no declínio por diversos fatores, entre eles, os avanços tecnológicos e mudanças no gosto do consumidor. Nesse momento, os pontos de venda não lucrativos são eliminados e a propaganda tem o objetivo de apenas segurar os consumidores fiéis daquele produto.

O conceito de vida do produto é muito importante para interpretar o mercado e aplicar o entendimento no planejamento de marketing. Caso precise de ajuda para traçar uma estratégia eficaz para sua empresa, basta mandar mensagem no whatsapp ou enviar um email para contato@entrelinhasmarketing.com.br

 

FONTE: KOTLER, Philip. Marketing Essencial: conceitos, estratégias e casos. São Paulo: Prentice Hall, 2005.

Leave A Comment