Rádio ao vivo ainda traz resultados?

O rádio ao vivo faz história. Em momentos de apagão, por exemplo, o rádio possui um papel muito importante. Mas será que esse veículo de comunicação só é importante em momentos de sufoco? Será que focar nesse canal na estratégia de mídia pode trazer bons resultados para as empresas? Fizemos uma reflexão sobre o papel desse prestador de serviço.

A importância do rádio ao vivo

O rádio foi o pioneiro da comunicação em massa. Seu alcance, até hoje, é bem mais expressivo do que dos demais veículos de comunicação. Além disso, pela suposta facilidade tecnológica da transmissão via ondas sonoras, o espaço entre o acontecimento e a transmissão via rádio costuma ser muito menor do que das demais mídias difusoras. Tendo tudo isso em vista, o rádio ao vivo consegue transmitir informações importantes para muito mais pessoas e de modo muito mais rápido que os demais veículos.

Exemplos da atuação do rádio ao vivo na prestação de serviço

Diversos jornalistas frisam que o papel principal do rádio é apresentar informações importantes para a população. Inclusive, algumas rádios, como a Jovem Pan, chegaram a passar por cima da Hora do Brasil (sofrendo sanções legais) para transmitir dados relevantes sobre enchentes e etc.
Podemos citar diversas situações da relevância do rádio em situações históricas e momentos importantes. Durante o ataque terrorista de 11 de setembro, por exemplo, muitas pessoas estavam presas no congestionamento sem saber o que estava acontecendo. A informação chegou via rádio. Muitos motoristas começaram a aumentar o volume para que todos pudessem saber a razão pela qual tudo estava parado.
Outro fato mais recente foi o que aconteceu com o avião do cantar Amado Batista. A aeronave só conseguiu pousar no aeroporto que estava fechado e com luzes da pista apagadas porque vários carros foram acionados, via rádio, para irem até o local e iluminarem a pista com seus faróis.

A magia do rádio ao vivo

A transmissão de informação quase que em tempo real é apenas um dos pontos que tornam o rádio um veículo tão importante. Essa mídia possui uma magia pela ausência de imagens e uso apenas da voz. A oralidade, por si só, já aproxima muito. O ouvinte consegue, pelo timbre da voz do locutor – bem como pela entonação, fluência e etc. -, notar traços emotivos e, pelas palavras transmitidas, reconstrói as imagens com o auxílio de associações pessoais e pelas descrições fornecidas.
Além disso, essa mídia já nasceu com a interatividade como parte do DNA. Desde o princípio, as pessoas enviavam cartas, telefonavam e, hoje, com as redes sociais, essa proximidade ficou ainda mais latente.
Somando esses pontos ao fato de que o rádio, comumente, é executado concomitantemente com outras atividades, as pessoas acabam enxergando o veículo como uma companhia, um complemento de suas atividades diárias e, nesse sentido, se sentem próximas de locutores, jornalistas e demais profissionais que emprestam sua voz às emissoras de rádio.

 

Anúncios em rádio podem trazer melhores resultados?

Tendo em vista todos os pontos apresentados acima é possível afirmar que uma estratégia de mídia que inclua rádio em seu planejamento pode – sim – obter excelentes resultados. Isso porque, além de todas as características citadas anteriormente, o rádio pode ter um valor mais interessante (se focarmos em rádios regionais).
O rádio está se reinventando e se adaptando à era digital. A forma de fazer rádio mudou, mas a proximidade das pessoas com esse veículo continua crescendo, nesse sentido, uma boa estratégia usando essa mídia pode galgar bons números para diversas organizações.
Tudo, obviamente, irá depender do alinhamento entre público-emissora-conteúdo apresentado.

Exemplo da EntreLinhas
Para demonstrar a eficácia, por meio de números, da tríade citada acima, explicamos um fato ocorrido conosco. No começo de nossa atuação, conquistamos um espaço na rádio Jovem Pan. Tínhamos exatos 30 segundos para apresentar um pitch “matador”. A possibilidade de falar em um programa de grande visibilidade (o Pânico) e cujo público é bem heterogêneo, nos rendeu um aumento de 100% de seguidores nas redes sociais e o envio de 50% mais propostas naquele mês.

Precisa de ajuda para implementar uma estratégia eficaz nessa mídia tão relevante como o rádio? Fale conosco! Basta enviar um email para contato@entrelinhasmarketing.com.br

Leave A Comment