Marketing pessoal: 5 dicas para pequenos empreendedores

Marketing pessoal tem sido um tema bastante abordado em diferentes esferas. Por que entender esse conceito e aplicá-lo no dia a dia, principalmente se você estiver empreendendo, é tão importante? Confira no texto de hoje da EntreLinhas Marketing.

O que é marketing pessoal?

Sabe quando uma empresa se preocupa e cria ações a fim de fortalecer sua marca? Isso é que chamamos de branding. No caso da pessoa jurídica, a marca envolve identidade visual, atendimento, qualidade da entrega, entre outros itens que compõe a imagem que o consumidor terá sobre aquela empresa. No caso de pessoa física, o conceito é semelhante, mas os pontos avaliados são diferentes.

Por exemplo, uma pessoa é “avaliada” pelo modo como ela se expressa (tanto o jeito quanto vocabulário escolhido), as roupas que ela escolhe vestir, os cursos que faz, conteúdo que posta das redes sociais e etc. Todos esses pontos constroem a “marca” desse indivíduo. Tal marca é o que, popularmente, chamamos de marketing pessoal.

Qual a importância do marketing pessoal?

Para responder essa pergunta é importante fazer um outro questionamento antes. Você compraria algo de uma empresa que não parece confiável? A resposta é “claro que não”.
A concorrência está cada vez maior, os compradores possuem inúmeras opções de compra, o que faz com que a decisão fique cada vez mais focada nos detalhes. Pensando nisso, leve tais detalhes para o âmbito pessoal também. O cliente precisa sentir confiança de quem ele está adquirindo o produto ou serviço em qualquer área, mas isso fica ainda mais evidente quando estamos falando de pequenos empreendedores.

Em empresas pequenas o empreendedor é, basicamente, a cara da organização, quase que a personificação do produto ou serviço oferecido. Nesse sentido, é essencial se atentar em como a sua imagem é transmitida para os consumidores.

Como construir um bom marketing pessoal?

A estratégia de construção de marca de uma empresa pode ser aplicada (de forma adaptada) no marketing pessoal também. Por isso, separamos 5 dicas para os empreendedores conseguirem obter êxito nessa estratégia.

  1. Conheça MUITO bem sua audiência: por mais óbvio que essa dica pareça, ela é a mais importante de todas. Não adianta você ser todo erudito e usar um vocabulário rebuscado em um ambiente mais despojado. Seu público vai te achar pedante e você não conseguirá construir a imagem de confiança que deseja. O papel do empreendedor é ser um pouco ator, às vezes. Seja a pessoa que seu público gostaria que você fosse naquele momento. E, para tanto, construa um personagem que crie essa conexão com o cliente. Tal personagem deve ser interpretado em cada detalhe (roupas, modo de gesticular, roupas e etc).
  2. Não perca sua essência: obviamente, você deve estar atento aos detalhes na criação do personagem, mas você não pode perder sua essência. O público sente (de longe) o cheiro de falsidade. Isso significa que a sua atuação deve estar totalmente alinhada com seus valores e forma de agir naturalmente. Não seja fake! Se o seu personagem é muito diferente do que você é na vida real talvez você esteja selecionando o target errado para falar.
  3. Qualifique-se sempre: parte importante de transmitir confiança é ser autoconfiante e a autoconfiança só vem depois de muita preparação. Estude, estude muito. Procure cursos sobre sua atuação, veja quem são as pessoas referências na área, leia muito. Tudo isso fará com que você esteja mais confiante e mais preparado para lidar com todas as questões do dia a dia.
  4. Honre seus compromissos: não basta falar bem e ter um excelente visual se você não consegue entregar com qualidade e de acordo com o combinado. Uma das partes mais importantes da construção do marketing pessoal é ter palavra. Se você prometeu uma data, cumpra. Se você prometeu algo na entrega, cumpra. Walk the talk*. Simples assim!
  5. Faça networking: seja gentil e troque experiências e informações importantes com todos que encontrar. Não foque apenas nos CEOs das empresas. Todos os indivíduos são fonte de conhecimento em alguma medida. Tratar qualquer pessoa da mesma maneira, sem interesse por trás das suas ações, é a maneira mais eficaz de fazer networking.

 

Uma dica extra de marketing pessoal é a construção de conteúdo nas redes sociais. Você já deve ter visto diversos profissionais postando textos interessantes no Linkedin, não é mesmo? Ao escrever sobre sua opinião e analisar situações, aquela pessoa também está construindo sua imagem. De alguma forma, ela está mostrando que entende do assunto e, assim, também passando confiança para quem lê sua postagem.

Caso precise de ajuda para definir temas que você pode publicar, bem como para escrever tais conteúdos, conte com a EntreLinhas! 😉
Envie um email para contato@entrelinhasmarketing.com.br para saber mais.

* Em uma tradução livre, “walk the talk” significa: Praticando o discurso

Leave A Comment